Arquitetura efêmera




Você já ouviu falar em Arquitetura Efêmera? Este conceito diz respeito à ambientação de espaços temporários; a arquitetura efêmera existe em um tempo determinado no espaço em que está inserida. Para criação deste tipo de arquitetura o arquiteto leva em consideração quem será o público que usará o espaço, quanto tempo o mesmo ficará montado e qual é a mensagem que se pretende transmitir. O avanço da tecnologia e os constantes estudos das estruturas, principalmente as tensionadas, possibilitaram o uso da arquitetura efêmera em grande escala, em eventos dos mais variados tipos, exposições e feiras. Um dos exemplos mais conhecidos deste tipo de arquitetura é prestigiado todos os anos em Londres. Como uma plataforma de experimentação arquitetônica, o pavilhão temporário da Serpentine Galleries, localizado no Parque Kensington Gardens, surpreende turistas e moradores a cada verão desde 2000, quando a iniciativa foi criada. Os profissionais convidados anualmente para criar o pavilhão efêmero recebem o prazo de apenas seis meses para conceber e concluir a obra. Para este ano o convite foi feito ao escritório espanhol Selgas Cano e o projeto, ainda não revelado, servirá de espaço de encontros e trocas sociais. Esse será o primeiro escritório espanhol a projetar o pavilhão, por onde já passaram grandes nomes do mundo da arquitetura como Herzog de Meuron, Peter Zumthor, Frank Gehry, Oscar Niemeyer, Rem Koolhaas e Zaha Hadid. No Brasil a arquitetura efêmera ganha destaque durante esta época do ano, com o Carnaval . Confira a matéria que o CAU da Bahia publicou sobre esse assunto: http://goo.gl/z47wHF Fotos: www.serpentinegalleries.org

Marcadores
Matérias recentes