Você sabe o que são estes projetos: elétrico, luminotécnico e forro?


O desconhecimento pode gerar dúvidas na hora de solicitar o orçamento de um serviço. Por isso hoje vamos esclarecer a diferença entre estes 3 projetos. Projeto Elétrico O projeto elétrico serve para indicar a posição de cada ponto de tomada, ponto de luz (cabeamento para alimentação das luminárias), campainha, e pontos específicos para equipamentos de alta potência. A falta do projeto elétrico torna a simples locação das tomadas um pesadelo, além de ser extremamente perigoso. O profissional que realiza o projeto elétrico é responsável por calcular a carga de todos os pontos (iluminação, tomadas, entre outros), e dimensionar a fiação e os disjuntores corretamente. Assim, evitamos curtos-circuitos. Este profissional também vai dimensionar corretamente as tomadas para usos específicos como máquinas de lavar e chuveiros. O projeto elétrico insere-se na relação dos projetos complementares, sendo elaborado por um engenheiro eletricista ou técnico específico. Ao arquiteto cabe representar em projeto a distribuição dos pontos, conforme o layout do projeto arquitetônico desenvolvido. Isto garante a praticidade cotidiana no funcionamento de todos os equipamentos previstos e a boa distribuição das tomadas. Projeto Luminotécnico O projeto luminotécnico ou projeto de iluminação é o planejamento da quantidade e distribuição da luz, bem como sua organização em circuitos, considerando o uso que se faz de cada espaço e as necessidades de quem o ocupa. Difere-se do projeto elétrico, pois enquanto este apresenta somente a posição dos pontos de luz básicos com a alimentação de energia, o projeto luminotécnico busca uma solução otimizada com base em muitas variáveis que se complementam. Um bom projeto luminotécnico busca o equilíbrio entre a utilização de luz natural e luz artificial, com o intuito de garantir conforto visual, funcionalidade e economia para as edificações. O projeto é composto de representações técnicas (plantas, cortes e detalhes) e memorial descritivo com as especificações de lâmpadas, luminárias e demais equipamentos. Quando desenvolvido pelo arquiteto e em harmonia com o projeto de interiores, o projeto luminotécnico é capaz de gerar efeitos, hierarquizar ambientes e elementos e conferir dramaticidade, através do uso de iluminação pontual ou difusa e dos tipos de luminárias e lâmpadas especificadas. Projeto de Forro É mais popularmente conhecido como projeto de gesso, pois é este o material mais usado e indicado neste tipo de projeto. O gesso é um material muito versátil, ele auxilia nas tarefas de embutir a iluminação, esconder tubulações e disfarçar vigas, além de possibilitar a criação de diferentes efeitos espaciais. O projeto é desenvolvido pelo arquiteto, sendo levado em consideração o layout e a concepção arquitetônica.

Marcadores
Matérias recentes