Pisos de madeira


Dando continuidade aos tipos de piso, apresentaremos as diferentes opções para quem gosta de madeira. Madeira Assoalhos de madeira maciça são nobres e mais caros. O mesmo para tacos e parquês, também fabricados de madeira natural. A opção de laminado de madeira é uma boa alternativa, pois mistura outros materiais que diminui o custo sem perder qualidade do produto. Onde usar: Em salas de estar, jantar e quartos o piso de madeira dá uma sensação maior de conforto. Pisos de madeira: Assoalho ou Taboão O conforto térmico e a durabilidade são as principais vantagens. Quando bem instalado o tempo de vida útil deste piso pode chegar a 30 anos ou mais. Para a instalação é necessário um contrapiso rebaixado, geralmente em 2 cm. Ele também deve ser impermeabilizado, plano e bem curado. A madeira deve receber uma proteção à base de solvente ou de água, com efeito fosco ou brilhante. Mais importante que escolher o tipo de madeira é verificar sua procedência. Deve-se observar se o produto passou por um processo de secagem correto e se é certificado. Peça garantias sobre a secagem da madeira em estufa para evitar a compra de material verde. Cuidados : - Na limpeza, o indicado é um pano úmido bem torcido. Para restaurar o assoalho depois de alguns anos de uso, é feito o lixamento e aplicação de nova camada de proteção; - Se o verniz não for de boa qualidade, o piso pode riscar até com sapatos; - A madeira maciça pode sofrer enfestamento por cupins. Caso identifique pequenos grãos em cantos, chame a dedetização especializada. Taco Feito de placas de madeira nativa em tamanhos variados. A vantagem é que podem ser colocados sobre outros pisos, como cerâmica ou pedra. O taco foi fabricado para dar melhor aproveitamento à madeira, por isso custa menos que o assoalho. Os formatos mais comuns são espinha-de-peixe, escama-de-peixe, dama, paralelo e convencional. Antes de escolher, verifique com o profissional o quanto de material será perdido por causa do desenho - varia de 8 a 15%. Piso Laminado A principal vantagem é o preço: inferior a madeira maciça. Existem diversas opções de texturas no mercado, e podem ser uma réplica fiel da madeira natural, imitando ranhuras e tons. O piso laminado normalmente é fabricado a partir de madeira de reflorestamento. É mais resistente a riscos do que a madeira natural. O piso laminado tem este nome pois ele é fabricado em camadas. É revestido de uma lâmina decorativa, e o miolo, normalmente, é feito de HDF ou HPP - elementos obtidos das fibras da madeira. A proteção final se dá por uma camada de overlay, um filme cristalino de celulose que impermeabiliza e dá brilho ao material. Normalmente, é um piso que não favorece a acústica. Porém, a aplicação de uma manta sob o piso reduz o barulho. A instalação é por encaixe, o que se torna mais rápido, fácil e limpo. Pode cobrir pisos já existentes, como cerâmica, lajota, vinil e concreto, o que é muito útil em uma reforma. Para recebê-lo o contrapiso deve estar limpo, nivelado e isento de umidade. Onde usar: Em ambientes como salas e quartos. Cuidados: - Para limpeza um pano úmido ou detergente neutro e produtos que tenham somente ação de limpeza e desinfetante. Use-os sempre diluídos em água; - Não são recomendados produtos à base de cera ou silicone, pois eles podem formar um filme gorduroso na superfície, o que pode acabar manchando; - Esse tipo de piso não aceita tonalização; - Evite usar materiais abrasivos, como os saponáceos, palhas e esponjas de aço, pois eles riscam a superfície; - Muito sensível a líquidos, se derrubar algo seque e limpe imediatamente para evitar manchas; - O indicado é passar o pano no sentido da textura do piso, isto é, no sentido do comprimento das réguas; - Evite instalar ou expor o piso em lugares com incidência direta de Sol; - Coloque feltro sob os pés dos móveis para evitar riscos. Quer saber mais sobre outros tipos de piso? Acesse aqui: cimento queimado > http://goo.gl/OdO0A3 pisos cerâmicos > http://goo.gl/ScDGjm

Marcadores
Matérias recentes