Laca




Você sabia?


A laca é um antigo revestimento de superfície, aplicado em vários substratos: madeira, bambu, metal, couro, etc. A técnica da laqueação, aperfeiçoada na China alguns milênios atrás, é uma tradição asiática que continua sendo apreciada. A laqueação natural consiste na aplicação de diversas camadas muito finas e sucessivas de um tipo de látex que pode ser extraído de diversos tipos de árvores para formar um material de superfície muito sólido e impermeável. Quando coletada, a seiva da resina é muito brilhante e pegajosa. Quando seca, forma um filme não poroso e insolúvel. Uma boa laca tem pelo menos sete camadas; para algumas peças podem chegar a catorze ou dezoito camadas. A paciência e o lixamento entre cada camada regem o processo de laqueação. O material pode ser colorido com a incorporação de óxido de ferro (para se obter o preto, por exemplo), de sulfeto de mercúrio ( para vermelho), de sulfeto de arsênio ( para amarelo), etc. A profundidade e o brilho dessas cores são incomparáveis. No âmbito industrial, a palavra “laca” é usada para se referir a revestimentos pintados em camadas espessas (acrílico, epóxi, etc.), que são imitações da laca verdadeira. Revestimentos brilhantes são mais resistentes que os mates, pois são menos porosos. Esses revestimentos de tinta agora oferecem uma das melhores proteções para a madeira ou para o metal, por exemplo. A aplicação é feita em substratos bem preparados ( seladores em madeira, base em metal, etc.) e é realizada por spray, e então, eventualmente por cozimento ( para tinta epóxi). Pontos Fortes: brilho, profundidade, impermeabilidade. Pontos Fracos: preço, longa duração do processo, impossibilidade de reparação de danos. Referência: Materiologia: o guia criativo de materiais e tecnologia.

Marcadores
Matérias recentes