Hall de entrada


Este espaço também merece atenção especial, já que é o cartão de visitas do condomínio como um todo. O hall não é um local indicado para a permanência de pessoas, sejam moradores ou visitantes, é sim, um lugar de passagem. Porém, é o hall que identifica o estilo de um prédio, e caso ele encontre-se desleixado ou em péssima conservação, poderá passar uma má impressão do imóvel. É a partir dele que identificamos se o edifício foi bem construído e que suas instalações estão em perfeitas condições. A reformulação das áreas comuns pode trazer benefícios ao condomínio e deve ser considerado um investimento no patrimônio, e não um gasto supérfluo. Portanto, se está na hora de renovar os espaços comuns do seu condomínio, ou ainda, se o prédio é novo e foi entregue pela construtora sem móveis (o que é muito comum), converse com seu síndico e sugira a contratação de um serviço profissional para qualificar essas áreas. Se tiver dúvidas, entre em contato conosco e saiba como funciona a nossa prestação de serviços de arquitetura para condomínios.

Marcadores
Matérias recentes