Gesso

 

 

Você sabia?

O gesso é um material antigo, normalmente feito de gipsita em pó (uma rocha sedimentar) e água. Vários aditivos são usados (por exemplo, retardante de fixação) para complementar a mistura básica. A gipsita é triturada, cozida e então moída para formar um pó branco e fino. Esse pó tem a qualidade especial de endurecer em contato com a água: ele se fixa irreversivelmente. 

Se a fixação for muito rápida, o gesso resultante pode levar muito tempo para secar completamente (chegando a muitos dias, em função da massa). A qualidade do gesso depende muito da finura do pó, mas também depende da destreza na mistura e aplicação do gesso. Cada fornecedor profissional oferece variações: gesso de Paris, gesso de modelagem, gesso spray, estuque e etc. É possível adicionar cor ao gesso para criar, por exemplo, imitações de pedra.
O estuque- cal e gesso-, muitas vezes com uma carga de mármore, é um substituto antigo e barato para o mármore sólido.

O gesso para decoração, uma mistura de gesso com glicerina, sisal e tecido de juta, possibilita que trabalhos ornamentais em gesso (muito apreciados no século XIX ) sejam feitos com o auxilio de moldes. 

Na construção, o gesso é usado como um material de revestimento ou na forma de placas- gesso acartonado- prontas para serem usadas (em divisórias que não suportam peso), como tratamentos impermeabilizantes e revestimentos como alta resistência a arranhões e impactos.

Por último, existe o gesso de poliéster. Trata-se de um material de alta resistência mecânica, entre a resina, o gesso e a porcelana, utilizado, por exemplo, na escultura.

Pontos Fortes: facilidade de uso, boa resistência ao fogo.

Pontos Fracos: sensibilidade a umidade, resistência mecânica mediana, lentidão de secagem.

Referência: Materiologia: o guia criativo de materiais e tecnologia.

Please reload

Please reload

Please reload

Marcadores
Matérias recentes